Continuidade intensificada em Sergio Leone

12/06/2010 | Categoria: Blog

Leia a íntegra do artigo sobre Sergio Leone apresentado no encontro nacional da Compos, em junho

Por: Rodrigo Carreiro

O artigo que disponibilizo aqui foi apresentado no encontro da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação (Compos), realizado na PUC-RJ, em junho de 2010.

Nele, examino a idéia de que o exercício de um cinema autoral não está obrigatoriamente ligado à noção romântica de autoria, que supostamente exige do cineasta o não-pertencimento a um gênero fílmico. O cinema de Sergio Leone é utilizado como estudo de caso, partindo do pressuposto de que os filmes do italiano exerceram uma importante contribuição no processo de revisão e criação de certas ferramentas narrativas e estilísticas que passaram a fazer parte do repertório do cinema contemporâneo, embora esta contribuição – uma operação autoral, no meu entender – seja minimizada ou ignorada pela maior parte dos pesquisadores cinematográficos, sobretudo por causa da militância do diretor no cinema de gênero.

A íntegra do artigo pode ser lida aqui (arquivo em formato DOC).

| Mais

Assine os feeds dos comentários deste texto


3 comentários
Comente! »