Parceria com o Submarino

03/10/2008 | Categoria: Blog

Primeira tentativa de virar um site auto-sustentável: Cine Repórter inaugura parceria com o Submarino

Por: Rodrigo Carreiro

Tenho um aviso a dar à parcela de leitores que consulta com regularidade a seção de DVDs do Cine Repórter. 

A partir desta semana, vocês vão passar a encontrar, dentro de algumas das críticas lá cadastradas, uma pequena imagem da capinha do filme em questão. Clicando na imagem, serão levados à página de venda do respectivo filme no site Submarino.

Não é bem uma propaganda, mas uma parceria. É que eu cadastrei o Cine Repórter no programa de afiliados do Submarino. O funcionamento é muito simples. O internauta que acessar o Submarino a partir de um link interno do Cine Repórter e comprar algum produto estará repassando ao meu site uma pequena parcela da compra (o percentual varia entre 2% e 8% do valor do produto).

Como já expliquei antes, o Cine Repórter existe por puro altruísmo. Desde setembro de 2003, gasto várias horas semanais vendo filmes e escrevendo textos, nas minhas horas de folga, apenas por satisfação pessoal. Nunca recebi salário ou ganhei dinheiro com o site. Meu trabalho na Globo nada tem a ver com ele. Mas há gastos e, portanto, prejuízos. 

Com o Cine Repórter 2.0, passo a ter gastos fixos mensais com hospedagem (e, eventuais, com manutenção). A versão anterior do site estava hospedado num servidor da Globo e eu não pagava nada por isso. Agora, pago (o WordPress funciona em linguagem PHP, e aquele servidor só aceita sites escritos em ASP).

Portanto, chegou a hora de parar de bancar o site do meu bolso e fazer alguma coisa para transformá-lo num produto auto-sustentável. 

Não planejo ficar rico com o Cine Repórter. Quero apenas ter uma receita suficiente para pagar os custos do site e, se possível, a manutenção mensal (Saulo vai ficar fazendo isso, mas seria ridículo se o fizesse de graça, só por brodagem).

O fato de uma crítica conter um link para o Submarino não significa que elogiei a obra apenas para induzir alguém a comprar o DVD. Imagino que os leitores antigos do site me conheçam o suficiente para saber que jamais faria algo parecido. Mesmo assim, se as capinhas lhe incomodarem, ignore-as solenemente. 

E quando pensar em comprar algo no Submarino, considere a hipótese de entrar no site de vendas a partir de algum link do Cine Repórter. Vocês pagarão o mesmo valor pelo produto desejado e o Submarino me enviará, no final do mês, um percentual da compra. Você estará ajudando a manter o Cine Repórter funcionando.

Nem mesmo precisa ser o mesmo produto original cujo link foi clicado. Qualquer coisa comprada no Submarino a partir deste click inicial terá percentual repassado ao Cine Repórter.

Por exemplo: se você clicar na capinha de “Homem de Ferro”, a partir da crítica do filme, desistir deste DVD e acabar comprando uma TV de plasma de 42 polegadas, o Cine Repórter leva uma comissão de 2% da venda.

É isso. Estão avisados.

| Mais

Assine os feeds dos comentários deste texto


3 comentários
Comente! »