Top 10 de 2010

20/12/2010 | Categoria: Blog

Lista dos melhores do ano do site elimina critério da exibição obrigatória no Recife e abre espaço para filmes menos conhecidos

Por: Rodrigo Carreiro

Para fazer o Top 10 de 2010, eliminei um critério usado em listas de anos anteriores. Aqui, não levei em consideração o fato de o filme ter sido exibido em alguma sala no Recife. Tinha apenas que ter sido lançado no Brasil em tela grande. Só isso.

Essa decisão acontece simplesmente porque o parque exibidor pernambucano vem ficando mais restrito a cada ano. Não tenho estatísticas sobre isso, e me baseio apenas na minha própria percepção, mas tenho a impressão de que estamos ganhando mais salas e, paradoxalmente, vendo as opções diminuírem mais e mais.

Em 2010, houve vários períodos dominados por um ou dois títulos muito populares, que ocupavam 60% ou mais das salas existentes aqui.

Evidentemente, houve exceções notáveis (a maior de todas, claro, sendo a exibição de três filmes de Leone no São Luiz, o que gerou uma das sessões mais lindas que já vi, com “Três Homens em Conflito” surgindo glorioso e restaurado na telona), mas que eram isso mesmo: exceções.

Tudo isso também me permitiu votar no melhor filme de 2010, o incrível “Carlos”, uma das melhores e mais impressionantes cinebiografias já realizadas.

Os títulos estão em ordem alfabética.

» Carlos
» O Escritor Fantasma
» A Estrada
» Mãe
» O Profeta
» O Que Resta do Tempo
» A Rede Social
» Scott Pilgrim Contra o Mundo
» Sede de Sangue
» Toy Story 3

Menções honrosas (também em ordem alfabética):

» Enterrado Vivo
» A Origem
» Reflexões de um Liquidificador
» O Segredo de Seus Olhos
» Tropa de Elite 2
» Zumbilândia

Feliz 2011 a todos!

| Mais

Assine os feeds dos comentários deste texto


28 comentários
Comente! »