Antes Só do que Mal Acompanhado

29/08/2006 | Categoria: Críticas

Comédia de John Hughes se apóia na dinâmica magnífica entre dois personagens engraçados

Por: Rodrigo Carreiro

NOTA DO EDITOR: ★★★★☆

Poucos cineastas especialistas em comédias são tão marcadamente norte-americanos quanto John Hughes. Ao longo da carreira que desenvolveu, ele acabou adquirindo a fama de diretor antenado com os problemas da juventude, mas a verdade é que Hughes tem um olho especialmente talentoso para transformar as idiossincrasias dos ianques em comédias simples, ingênuas e eficientes. Tome como exemplo o feriado do Dia de Ação de Graças, cujos costumes possuem características singulares nos EUA, onde a data praticamente exige que as famílias se reúnam para celebrá-la.

“Antes Só do que Mal Acompanhado” (Planes, Trains & Automobiles, EUA, 1987) é o filme que John Hughes fez para celebrar essa tradição norte-americana. Boa parte das famílias reunidas por lá nessa época do ano inclusive gostam de exibir filmes durante essas festas, e “Antes Só do que Mal Acompanhado” é um dos mais populares. Considerando que esse costume não é tão enraizado em outras sociedades, fica fácil compreender porque, ao longo dos anos, o longa-metragem foi quase esquecido no resto do mundo, embora continue muito conhecido nos EUA. Fora da América do Norte, a pérola cult de John Hughes continua a ser “Curtindo a Vida Adoidado” (1986).

A trama do filme pode ser descrita em três linhas sem o menor problema. A história é sobre um executivo (Steve Martin) em viagem na véspera do Dia de Ação de Graças que tenta, desesperadamente, chegar em casa para passar a data com a esposa e os filhos. Uma série de imprevistos, porém, o atrasa continuamente. Para piorar as coisas, durante toda a viagem de volta ele ganha a companhia indesejada de um simpático, mas inconveniente caixeiro viajante (John Candy). O filme enfoca a relação entre os dois, e a dinâmica alcançada pelos dois atores que interpretam os personagens – Martin é a escada para Candy brilhar – o transformam numa pequena comédia perfeita.

“Antes Só do que Mal Acompanhado” é o tipo de filme que nasceu na sala de edição. Reza a lenda que Hughes trabalhou com um roteiro incompleto, filmou diversas seqüências sem saber como encaixá-las na trama e, depois, teve que descartar mais da metade do que havia efetivamente registrado em celulóide. O próprio cineasta confirma essa informação, acrescentando que não existe uma “versão do diretor”, pois jamais chegou a tentar criar uma ordem para uma quantidade tão grande de cenas. Ele simplesmente montou as que tiveram melhor resultado. E deu certo: curta, com apenas 1h33, a produção é diversão descerebrada e familiar para quem quer relaxar.

A grande surpresa é que a estratégia vacilante de edição acabou funcionando com perfeição, talvez porque a história é facílima de seguir em linha cronológica mesmo. “Antes Só do que Mal Acompanhado” é, de fato, um road movie. O vôo de Neal Page (Martin) e Del Griffith (Candy) é cancelado por causa de uma tempestade de neve, o executivo não consegue um quarto de hotel e acaba aceitando o convite de Griffith para acompanhá-lo. A partir de então, a viagem da dupla se torna uma sucessão de gags, quase sempre apoiada na magnífica dinâmica que os dois atores conseguem manter o tempo inteiro.

Há grandes cenas. A mais lembrada delas é aquela em que Neal e Del acordam após a primeira noite dormindo no mesmo quarto (“isso não são travesseiros!”), mas há outras de igual calibre, como a longa seqüência do incêndio no carro. A posição do espectador diante do filme é curiosa, pois aqui não há antagonismo entre os dois personagens. Não existe herói e vilão; ambos são gente boa. São apenas diferentes. Neal é impaciente e às vezes grosseiro, mas apenas porque deseja ardentemente estar com a esposa. E Del poderia ser um pentelho completo, mas o sorriso generoso de John Candy e a vontade inesgotável de ajudar o transformam em simpatia permanente. Como nos melhores casais, resta ao público torcer para que os dois acabem juntos.

O DVD da Paramount foi lançado em 2001 e é bastante raro. Trata-se de um disco simples, sem extras, mas com qualidade bacana de imagem (widescreen 1.78:1 anamórfico) e som (Dolby Digital 5.1).

– Antes Só do que Mal Acompanhado (Planes, Trains & Automobiles, EUA, 1987)
Direção: John Hughes
Elenco: Steve Martin, John Candy, Laila Robins, Michael McKean
Duração: 93 minutos

| Mais


Assine os feeds dos comentários deste texto


6 comentários
Comente! »