Máscara do Zorro, A

19/10/2005 | Categoria: Críticas

Longa-metragem estrelado pelo justiceiro mascarado é boa aventura à moda antiga

Por: Rodrigo Carreiro

NOTA DO EDITOR: ★★★★☆

Ao decidir revitalizar uma franquia esquecida há décadas pelo cinema, a Columbia tomou uma decisão bastante arriscada. Zorro, o justiceiro mascarado que lutava ao lado do povo mexicano contra os desmandos dos governos espanhóis do século XIX, tinha uma clássica identidade secreta: Dom Diego de La Vega, um fidalgo que fingia apoiar a Espanha, mas lutava em segredo pela independência do país. “A Máscara do Zorro” (The Mask of Zorro, EUA/México, 1998) não eliminava a figura de Dom Diego, mas enfocava o seu sucessor sob a famosa máscara negra.

O filme tinha bastante potencial para causar grande desagrado aos fãs do personagem, que sobreviveu através de seriados de TV e histórias em quadrinhos. Por sorte, não foi isso o que aconteceu – e a culpa deve ser debitada na conta do pouco lembrado diretor Martin Campbell. Trabalhando num dos momentos mais iconoclastas de Hollywood, o cineasta optou por filmar uma aventura de capa e espada à moda antiga, com doses iguais de ação, romance e humor. O resultado final não muda a vida de ninguém, mas é um filme simpático e eficiente, ótima aventura descompromissada para acompanhar sem esquentar a cuca.

O enredo é até bem simples. O filme abre com um prólogo que mostra Dom Diego (Antonhy Hopkins) tendo a vida praticamente destruída pelo governador da Califórnia, Dom Rafael Montero (Stuart Wilson). Após descobrir a identidade de Zorro, que vem praticando seguidos atos de sabotagem e fortalecendo a esperança do povo por uma independência definitiva da Espanha, Montero invade a mansão do fidalgo, mata sua esposa e rouba sua filha recém-nascida, que cria como sua. Dom Diego vai para a prisão, onde permanece por 20 anos.

Depois de um salto no tempo, o filme mostra então a fuga do já velho Diego, que coopta o ladrão Alejandro Murieta (Antonio Banderas) para se tornar o novo Zorro e dar continuidade à lenda. Por coincidência, o reaparecimento do mascarado coincide com o retorno de Montero, agora com planos bem mais ambiciosos. O filme ainda inclui faiscantes encontros entre Murieta e a bela Elena Montero (Catherine Zeta-Jones), filha do verdadeiro Zorro que não sabe disso.

Tudo funciona bem em “A Máscara do Zorro”. As cenas de ação, incluindo o epílogo nas minas de ouro mexicanas, são bem calibradas e possuem coreografias com um pé no humor. A química entre Banderas e a então iniciante (e belíssima) Zeta-Jones é perfeita, rendendo inclusive a melhor seqüência do filme – a hilariante e sensual luta de espadas em que Zorro demonstra sua habilidade com a arma despindo a beldade latina com golpes certeiros e indolores. Para completar o tom infanto-juvenil, quase não há sangue. “A Máscara do Zorro” é uma aventura no estilo das aventuras de Indiana Jones, o que é um prato cheio para saudosistas e uma diversão garantida para a família inteira.

Duas versões em DVD do filme estão disponíveis no mercado brasileiro. A seguir, você fica por dentro das diferenças e semelhanças entre as duas:

1. Edição simples (1 disco). Lançada pela Columbia em 1999, tem enquadramento original (widescreen 2.35:1) e som de excelente qualidade (Dolby Digital 5.1). Um pequeno e trivial documentário de bastidores, duas cenas cortadas, um comentário em áudio do diretor e um videoclipe estão entre os extras. Faltam legendas em português.

2. Edição especial (2 discos). Lançada pela Columbia em 2005, tem enquadramento original (widescreen 2.35:1) e som de excelente qualidade (Dolby Digital 5.1). O único extra é um documentário, maior e mais denso do que o apresentado no primeiro lançamento. Tem legendas em português, e também um pequeno segmento apresentando uma cena da seqüência, “A Lenda do Zorro”, que é o verdadeiro motivo por trás deste lançamento.

- A Máscara do Zorro (The Mask of Zorro, EUA/México, 1998)
Direção: Martin Campbell
Elenco: Antonio Banderas, Catherine Zeta-Jones, Anthony Hopkins, Stuart Wilson
Duração: 136 minutos

| Mais

GOSTOU DO FILME? DÊ SUA NOTA

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (3 votos. Média de 3,67 em 5)
Loading ... Loading ...


Deixar comentário