Que Mulher É Essa?

29/01/2004 | Categoria: Críticas

Comédia na linha de ‘Quem Vai Ficar Com Mary?’ narra uma noite na vida de Lyv Tyler, vista por três homens

Por: Rodrigo Carreiro

NOTA DO EDITOR: ★★★☆☆

O crescimento da Internet e as toneladas de informação que inundam a cabeça dos espectadores influíram e continuam influindo, de modo subliminar mas decisivo, na maneira como as pessoas passaram a ver filmes. A sofisticação na máquina de marketing das grandes companhias são tão grandes que, hoje, somos induzidos a ir ao cinema já sabendo se vamos gostar ou não de determinadas obras. Por isso, é refrescante poder fazê-lo, vez por outra, sem saber nada sobre o filme em questão. O caso de “Que Mulher É Essa?” (One Night at McCool’s, EUA, 2001) é exemplar. A obra apareceu nos cinemas brasileiros de mansinho, sem avisar.

Ao alugar a fita, você se dá conta de que não leu uma linha sequer sobre o filme de estréia do diretor de comerciais e videoclipes Harald Zwart. Não sabe como enquadrá-lo de antemão numa categoria (comédia? ação?), mal sabe que o elenco em questão possui nomes de qualidade. A sensação agradável de desorientação do espectador já conta pontos a favor da obra. E o filme nem começou ainda… Bom, não vai demorar muito para que você saia preenchendo sozinho as lacunas que faltam. “Que Mulher É Essa?” se equilibra entre uma comédia de costumes (a presença de Paul Reiser, roteirista e ator da consagrada série “Mad About You”, confirma isso) e o escracho dos irmãos Farrelly (“Quem Vai Ficar com Mary?”, que também tem Matt Dillon como um dos protagonistas, é inspiração óbvia). Trata-se de um filme leve, que rende boas gargalhadas, mas que possui trama ligeiramente previsível (dever de casa: tente adivinhar quem acaba com a garota no final).

O maior problema do filme é o excesso de clichês dos filmes ultra-modernos que atualmente infestam os cinemas. Depois que Quentin Tarantino mostrou como contar uma história do ponto de vista de vários personagens, em “Jackie Brown”, meio mundo de gente saiu fazendo o mesmo. Nesse caso, são três casos de sujeitos que caíram de amores por uma mulher (Liv Tyler, surpreendentemente meio gordinha) em uma mesma noite, depois de a terem conhecido num bar.

As histórias são narradas alternadamente pelos três co-protagonistas. Matt Dillon faz um atendente do bar que é assaltado por e acaba como namorado da tal garota; Paul Reiser interpreta um advogado bem casado que enlouquece pela ruiva ao ir no mesmo bar; e John Goodman é um detetive que vai ao bar para investigar a tentativa de assalto e sai de queixo caído com a filha do vocalista do Aerosmith.

As três histórias são narradas pelos idiotas apaixonados em flashbacks engenhosos e bem-construídos, apesar de meio convencionais. Nos vinte minutos finais, o ritmo se acelera e o trio parte para um confronto final que rende uma das melhores piadas do ano e uma gozação impagável com o perturbado personagem de Michael Douglas em “Um Dia de Fúria”, de Joel Schumacher. O astro, aliás, é produtor do filme e interpreta um papel secundário munido de uma peruca que dá o tom da obra: ridícula, mas agradável.

– Que Mulher É Essa? (One Night at McCool’s, EUA, 2001)
Direção: Harald Zwart
Elenco: Liv Tyler, Matt Dillon, John Goodman, Paul Reiser
Duração: 93 minutos

| Mais


Deixar comentário