Última Profecia, A

28/09/2003 | Categoria: Críticas

Lenda de homem-mariposa gera sustos, mas não empolga como filme de suspense

Por: Rodrigo Carreiro

NOTA DO EDITOR: ★★☆☆☆

A lenda do homem-mariposa (Mothman, em inglês) é pouco popular no Brasil, o que pode contribuir para tirar um pouco da credibilidade de “A Última Profecia” (The Mothman Profecies, EUA, 2002). De qualquer forma, uma busca na Internet pode oferecer detalhes reais sobre ela. A lenda trata dos registros da aparição de uma espécie de homem com asas, nunca provada, em locais diversos do planeta, sempre antecedendo alguma tragédia. Seria um anjo? Um extraterrestre? Um mensageiro da Morte? Ninguém sabe.

O filme de Mark Pellington (diretor do excelente e pouco visto “O Suspeito da Rua Arlington”) é baseado no livro escrito por um repórter do Washington Post, que teve uma experiência pessoal com o tal Mothman. John Reese (Richard Gere) é um sujeito que ainda não se recuperou da morte da esposa (que viu o homem-mariposa pouco antes de sofrer um acidente). Numa viagem esquisita, o carro dele quebra na cidade de Point Pleasant, onde vários habitantes estão tendo visões da misteriosa figura. Ele, então, mergulha numa investigação febril para tentar descobrir algo sobre o caso.

O potencial do filme é bem maior do que o resultado final, infelizmente. “A Última Profecia” não consegue empolgar, por causa das escolhas erradas do roteiro e da direção. Pellington acerta ao manter o mistério visual do homem-mariposa até o fim, e também ao explorar as inúmeras tomadas aéreas, que resultam inquietantes e passam a impressão de onipresença. Mas erra ao deixar de mergulhar na alma atormentada de um homem que poderia estar sendo acometido de estranhas alucionações, optando por retirar as dúvidas que poderiam dar ambigüidade (e uma nova dimensão de mistério) à trama.

De qualquer forma, há boas cenas de suspense, especialmente no segundo ato do filme, que se concentra na investigação errática empreendida pelo repórter. Os telefonemas misteriosos que este recebe, bem como a presença enigmática de Will Patton (muito bom no papel de um fazendeiro que se comunica, ou pelo menos acredita nisso, com a criatura), são capazes de dar arrepios na espinha. Além disso, os demais atores estão corretos – até mesmo Richard Gere! Um aviso: o DVD tem apenas o filme.

– A Última Profecia (The Mothman Profecies, EUA, 2002)
Direção: Mark Pellington
Elenco: Richard Gere, Laura Linney, Will Patton
Duração: 119 minutos

| Mais


Deixar comentário