Palpites sobre o Oscar 2009

22/01/2009 | Categoria: Outros textos

“Benjamin Button” arranca 13 indicações e se transforma no maior favorito ao prêmio máximo do cinema

Por: Rodrigo Carreiro

Quando escrevi (no Twitter, que pode ser lido na seção Micro-blog deste site) que “O Curioso Caso de Benjamin Button” seria o principal favorito ao Oscar 2009, alguns conhecidos não entenderam. Minha observação foi postada no dia seguinte à entrega do Globo de Ouro, cuja premiação esnobou o filme de David Fincher. Se o Globo é considerado como principal prévia do Oscar, diziam, qual seria a minha lógica?

Pois bem: nesta quinta-feira, 22 de janeiro, “O Curioso Caso de Benjamin Button” conquistou 13 indicações ao Oscar e se tornou oficialmente o maior favorito a ganhar a principal estatueta, a de melhor filme.

Agora vou tentar explicar melhor a minha lógica. Já faz algum tempo que o Globo de Ouro vem deixando de ser uma antecipação confiável dos resultados do Oscar. Existe uma tendência crescente de rebeldia entre os jornalistas estrangeiros que cobrem Hollywood (e votam no Globo de Ouro).

Isso é muito saudável, e faz com que o Globo de Ouro premie filmes mais interessantes, na média, do que o Oscar. E o principal premiado dos jornalistas foi o britânico “Quem Quer Ser um Milionário?”, de Danny Boyle, um filme 30% falado em hindu, que se passa na Índia e foi feito de forma independente.

Embora tenha recebido 10 indicações ao Oscar, o filme de Boyle não deve ganhar as estatuetas mais importantes. E isso não tem nada a ver com qualidade. Tem a ver com a política de Hollywood, que não costuma premiar obras feitas à margem da grande indústria de entretenimento dos EUA.

Confesso que fiquei surpreso com o grande número de indicações obtido por “Benjamin Button”. É apenas uma indicação a menos que os recordistas históricos, “A Malvada” (1950) e “Titanic” (1997), que obtiveram 14 cada.

Considerando que o segundo filme mais indicado é o já citado “Quem Quer Ser um Milionário?” (10 indicações), e que suas chances são muito pequenas, penso que a cerimônia do Oscar de 2009 – que acontece no dia 22 de fevereiro, em pleno domingo de Carnaval – deverá ser bem previsível.

É o oposto do que aconteceu nos últimos anos, em que dois títulos polarizaram todas as disputas principais (em 2008, por exemplo, a briga foi entre “Onde os Fracos Não Têm Vez” e “Sangue Negro”), mantendo o suspense sobre o grande vencedor até a cerimônia em si.

De fato, não vejo qualquer ameaça real ao filme de David Fincher, que deve também ganhar o Oscar de melhor diretor. Os outros concorrentes ao grande prêmio da noite (“Frost/Nixon”, “Milk” e “O Leitor”) estarão lá apenas para participar.

O mapa de indicações põe ainda Brad Pitt como principal rival de Mickey Rourke (“O Lutador”), na categoria de ator. Kate Winslet (“O Leitor”) deve ganhar melhor atriz com um pé nas costas, até porque ficou de fora pelo estupendo trabalho em “Foi Apenas um Sonho”, o que já demonstra o nível de qualidade que ela estabeleceu em 2009.

A disputa entre os coadjuvantes parece bem acirrada, tanto homens quanto mulheres. Se tivesse que apostar, cravaria em Heath Ledger (“Batman”) e Amy Adams (“Dúvida”). Mas devo dizer que torço fervorosamente por Marisa Tomei, entre as damas.

De resto, o israelense “Valsa com Bashir” vai confirmando o favoritismo entre os filmes de língua estrangeira. “Quem Quer Ser um Milionário?” deve faturar alguns Oscar na área musical, já que as canções têm grande destaque na narrativa. “Benjamin Button” é favorito em um monte de prêmios na área técnica (maquiagem, direção de arte, fotografia e edição), mas pode perder alguns desses troféus para “Batman” e mesmo para o filme de Danny Boyle (a quem eu daria, com certeza, o troféu de montagem).

Por fim, o maravilhoso “Wall-E”, que ficou fora da lista de cinco concorrentes a melhor filme (a grande injustiça de 2009, na minha opinião), ganhará com certeza o troféu de melhor animação, e é favoritíssimo ao de edição de som, podendo aprontar também na categoria de melhor roteiro original.

Confira a lista completa de indicados ao Oscar aqui.

| Mais
Tags:


Assine os feeds dos comentários deste texto


44 comentários
Comente! »