O Código Da Vinci: Os Locais

17/05/2006 | Categoria: Outros textos

Museus, igrejas e castelos reais marcam presença na trama de Dan Brown

Por: Rodrigo Carreiro

OS LOCAIS

Paris, Londres, Edimburgo. Um museu legendário, um banco suíço, um castelo do século XVII, uma secular catedral inglesa, diversas igrejas erguidas há centenas de anos por cavaleiros templários. Um dos elementos mais fascinantes de “O Código Da Vinci” é a galeria de locais visitados pelos personagens da história. Aqui, você conhece detalhes sobre os quatro palcos dos momentos mais importantes da trama tecida pelo escritor Dan Brown.

1) Museu do Louvre
O mais famoso museu do mundo, localizado em Paris, existe desde o século XII. A construção original, marcava o fim ocidental de Paris, foi gradualmente ampliada, virando palácio real no reino de Luís XIV. É museu desde 1793. Lá acontece o ponto de partida da história, após o assassinato do curador da instituição, Jacques Saunière. O sexagenário é morto na galeria principal do museu, e espalha pistas escondidas pelo local, na esperança de que a sobrinha Sophie e o simbologista Robert Langdon desvendem o mistério sem revelar ao mundo o segredo do Santo Graal.

2) Chateau Villete
Suntuoso castelo do século XVII, construído pelo paisagista do rei da França, possui 29 cômodos e é o local onde na história mora o lorde inglês Leigh Teabing. Fica a duas horas de carro a nordeste de Paris, e funciona como hotel de alto luxo, onde se paga US$ 4,5 mil por um quarto para passar a noite. É para lá que Robert Langdon e Sophie Neveu se dirigem, quando começam a ser considerados suspeitos do crime pela Polícia francesa.

3) Temple Church
Depois de desvendar uma pista deixada por Saunière, os três perseguidores do Santo Graal rumam para Londres. Eles acreditam que a próxima pista pode estar escondida na Temple Church, igreja construída em 1186 por cavaleiros templários. Foi lá que, em 1215, foi assinada a Magna Carta, um dos documentos mais importantes para a instituição da democracia no Ocidente, pois foi o primeiro a limitar o poder monárquico na Europa.

4) Capela Rosslyn
Erguida em 1446, a construção fica localizada a 10 quilômetros ao sul de Edimburgo, na Escócia. É fato que existe uma enorme cripta sob a capela, uma câmera subterrânea onde o fundador da igreja e alguns cavaleiros medievais teriam sido enterrados, com armaduras completas. Escavações são proibidas no local, detalhe que é um prato cheio para caçadores de tesouro e fãs de teorias conspiratórias. Há quem acredite que o Santo Graal pode estar mesmo escondido lá, onde acontece o clímax da história.

| Mais
Tags: ron howard

GOSTOU DO FILME? DÊ SUA NOTA

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (2 votos. Média de 5,00 em 5)
Loading ... Loading ...


Assine os feeds dos comentários deste texto


Um comentário
Comente! »

  1. O filme é muito legal…mas também muito assustador,eu acredito em muitas teorias como : A que Jesus existiu,a dos ciêntistas.Mas essa é muito esquisita ( a teoria do código da vince)

Deixar comentário